Acessar o feed

Quem é Mariana Holanda, a primeira diretora de Saúde Mental da Ambev

Image of Olívia Baldissera
Olívia Baldissera

A psicóloga representa uma mudança que não tem volta: o debate sobre saúde mental no meio corporativo

"Quando falamos sobre sustentabilidade, é importante entendermos que também estamos falando sobre pessoas. E, nesse sentido, estamos vendo uma mudança de mentalidade no mundo corporativo, em que entendemos que é preciso olhar para os funcionários como pessoas em sua totalidade".

Mariana Holanda, diretora de Saúde Mental, Diversidade & Inclusão e Bem-Estar da Ambev, em entrevista para o UOL

Com a pandemia do novo coronavírus, a Ambev assumiu a dianteira em relação a outras organizações e criou uma diretoria surpreendente em junho de 2020: a de saúde mental.

A profissional escolhida para chefiar o setor foi a carioca Mariana Holanda, psicóloga de formação que há dez anos integra a equipe de RH do grupo.

A diretora adotou dentro da organização a perspectiva de que saúde mental não trata apenas dos extremos, como depressão e síndrome de Burnout, mas do ser humano na sua totalidade.

Neste artigo, você conhecerá quem é Mariana Holanda, além de entender por que cada vez mais empresas investem na saúde mental dos colaboradores.

Quem é Mariana Holanda, diretora de saúde mental da Ambev

Mariana Holanda nasceu no Rio de Janeiro. Graduou-se em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), iniciando a carreira no setor de Recursos Humanos em empresas de varejo e de seguros.

Sua história na Ambev começou em 2010, como estagiária. Mariana Holanda cresceu dentro do grupo e, em junho de 2020, assumiu a diretoria de Saúde Mental, Diversidade & Inclusão e Bem-Estar.

Ela é responsável pela coordenação de ações de promoção de bem-estar emocional e mental entre os mais de 30 mil colaboradores da empresa.

Durante a pandemia do novo coronavírus, a Ambev criou um programa para cuidar da saúde mental dos colaboradores em home office. Além de proibir troca de mensagens no WhatsApp fora do horário de expediente, a empresa orientou que as reuniões fossem marcadas sempre das 10h às 12h ou das 14h às 17h, para ajudar as equipes a controlarem a jornada de trabalho.

O grupo também incluiu na rotina dos funcionários lives com personal trainer, aulas online de yoga e meditação. O suporte psicológico foi aliado ao estímulo à prática de atividade física e foi disponibilizado a todos os funcionários.

Em paralelo, o time de Mariana Holanda realiza pesquisas com os colaboradores duas vezes por semana, para avaliar o estado da saúde mental e física e identificar pontos de incômodo das equipes.

Por que as empresas devem investir em saúde mental

A iniciativa de ter uma diretoria dedicada exclusivamente à saúde mental reflete os desafios da vida moderna. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão será a doença mais comum do mundo até 2030.

A OMS também alerta que, hoje, o transtorno mental já é a segunda causa de perda de dias de trabalho no mundo. Neste artigo, explicamos quais são os principais problemas de saúde mental do século 21.

A pandemia acelerou as previsões de piora no quadro de saúde mental. Neste contexto, 75% das empresas brasileiros desenvolveram ações de apoio psicológico aos funcionários, de acordo com a pesquisa Gestão de Pessoas na Crise de Covid-19.

E os investimentos em saúde mental dentro das organizações tendem a aumentar. Estima-se que os efeitos psicológicos da pandemia perdurem até 3 anos no ambiente de trabalho, principalmente sintomas de estresse pós-traumático.

Por isso lideranças, gestores e profissionais de RH precisam estar preparados para ajudar os colaboradores neste momento de crise. A promoção da saúde mental no ambiente organizacional demanda estudos, novas habilidades e planejamento de estratégias de intervenção.

Você pode aprender tudo isso com quem já transformou o ambiente de trabalho de um grupo internacional. Mariana Holanda é uma das professoras do curso Saúde mental e desenvolvimento humano da Pós PUCPR Digital.

Todas as aulas são em primeira pessoa e 100% online, com uma metodologia exclusiva que permite você interagir ao vivo com o professor.

➡ Matricule-se e aprenda lições valiosas com a primeira diretora de saúde mental da Ambev.


Relacionados

Carreira do profissional de saúde: qual a importância da pós-graduação?

Image of Bruna Giroldo
Bruna Giroldo

Uma pós-graduação na área da saúde abre muitos caminhos para uma carreira sólida e com destaque no...

Ver mais

As 5 maiores inovações tecnológicas na saúde durante a pandemia

Image of Olívia Baldissera
Olívia Baldissera

Conheça as novas tecnologias que trouxeram soluções médicas para a crise do coronavírus

Ver mais