25/11/2020 14:58:10

7 exemplos de gamificação aplicada nas grandes empresas

Confira 7 exemplos de gamificação nas grandes empresas e entenda como essa poderosa ferramenta é a solução para diferentes desafios!

A gamificação está presente em diversos setores e é explorada pelas empresas como um recurso de atração, retenção e motivação de diferentes públicos. Ela é um dos recursos mais comentados hoje quando falamos em potencializar a produtividade, facilitar o aprendizado, aumentar o engajamento e possibilitar feedbacks em tempo real.

Sua empresa também quer todas essas vantagens? Neste conteúdo te explicamos um pouco mais sobre essa dinâmica, porque vale a pena investir nela e trouxemos 7 exemplos de gamificação empresarial para você se inspirar e perceber como essa ferramenta pode ser utilizada como solução para diferentes desafios.

✉️ Receba de graça uma seleção semanal de artigos sobre negócios, tecnologia e carreira. É só preencher o formulário abaixo:

O que é gamificação?

A gamificação está relacionada com a aplicação das dinâmicas e metodologias presentes nos jogos (como sistemas de pontuação, fases, missões, conquistas e recompensas) em outros contextos, como um recurso de aprendizado, estímulo, motivação e modificação de comportamentos.

Saiba mais detalhes sobre o significado de gamificação e como ela estimula o engajamento.

Quais os resultados da gamificação nas empresas?

A utilização da gamificação nos contextos empresariais pode proporcionar excelentes resultados em corporações de todas as áreas e tamanhos. Ela transforma um processo, seja ele um treinamento interno ou uma compra, em uma experiência.

Utilizando um sistema de pontuação, a gamificação é uma poderosa estratégia para atrair, engajar, melhorar desempenhos e tornar os resultados mais mensuráveis. Desde soluções bastante simples até opções complexas e dinâmicas, a gamificação pode ser aplicada para diferentes desafios e é isso que vamos te mostrar aqui.

Exemplos de gamificação aplicados em grandes empresas

A gamificação pode ser utilizada tanto com o público interno (colaboradores) quanto externo (clientes). Selecionamos alguns exemplos de gamificação nas grandes empresas e que são referência nesse tema. Confira!

1. Gerdau e a capacitação com realidade virtual

A gigante siderúrgica Gerdau é uma das empresas que investiu na gamificação para mudar os treinamentos feitos com a equipe interna.

Agora, ao invés do modelo teórico tradicional, os colaboradores participam do programa de capacitação pessoal através de jogos de conhecimento com óculos de realidade virtual, que simulam o trabalho no pavilhão industrial.

Isso incentiva a participação e engajamento com os conteúdos, além de garantir a segurança dos colaboradores.

2. Starbucks Rewards

Quer um exemplo bastante simples do uso de gamificação para gerar estímulos nos clientes? A Starbucks, maior rede de cafeterias do mundo, criou o Starbucks Rewards, um programa de fidelidade por pontuação com aplicativo próprio. Quanto mais consome, mais vantagens o cliente recebe, de acordo com o seu nível dentro do esquema.

É uma forma básica e muito efetiva de manter os consumidores interessados, fazer com que eles continuem comprando em busca das recompensas e ainda cria um senso de comunidade e exclusividade.

3. Exército dos Estados Unidos

O Exército dos Estados Unidos enxergou no crescimento de jogos de combate e tiro uma oportunidade para utilizar o formato para duas funções de negócio: atrair novos recrutas e treinar os integrantes mais inexperientes. Tudo isso feito com baixo custo e dentro de uma dinâmica altamente estimulante.

4. Deloitte Leadership Academy

A Deloitte, multinacional de auditoria e consultoria empresarial, mudou o formato de treinamento de seus clientes. Se antes o modelo tradicional era a escolha, a gamificação entrou na jogada na Deloitte Leadership Academy, plataforma que foi criada para oferecer cursos interativos e que aumentou em 47% o tráfego de acessos ao site desde a implementação.

A Academy tem mais de 20 mil usuários entre os executivos clientes da marca, desde que a plataforma foi lançada, em 2008.

5. Santander Universitário

O Banco Santander é conhecido por atuar em frentes de educação e uma das iniciativas da empresa é Santander Universidades, um programa que oferece bolsas de estudos para estudantes brasileiros em instituições de todo o mundo. E uma das ferramentas que o programa utiliza é o aplicativo Santander Universitário - Academicxs.

Com o app, os estudantes participam de atividades gamificadas para disputar as bolsas oferecidas no programa. O usuário baixa o aplicativo, cria um avatar, participa das atividades liberadas semanalmente para acumular pontos e também pode acompanhar a colocação no ranking pela disputa em tempo real.

Na última campanha realizada estavam na disputa 20 bolsas de estudo para um curso de empreendedorismo em Boston, na Babson College.

6. Nike e os aplicativos de prática esportiva

A empresa, líder no segmento de artigos esportivos, foi uma das primeiras a pensar em aplicativos que trabalham aspectos de gamificação: motivação, criação de senso de comunidade e evolução através de fases e pontuações.

Hoje, são dois aplicativos voltados para o público e, mais do que isso, fãs da marca: o Nike Training Club, com treinos desenhados de acordo com o perfil e objetivos do usuário, detalhados em áudio e vídeo para que possam ser feitos em qualquer lugar; e o Nike Run Club, voltado para usuários que querem transformar e acompanhar o crescimento dos seus treinos de corrida.

Além da pontuação dentro da própria plataforma, os aplicativos também permitem que os usuários compartilhem nas redes sociais as evoluções e conquistas.

7. Microsoft Dynamics 365 Gamification

A Microsoft é outro exemplo de empresa que investiu na gamificação para treinamento dos colaboradores. Na plataforma Microsoft Dynamics 365 Gamification o sistema possibilita que as equipes que trabalham com testagem encontrem de forma mais rápida e dinâmica as falhas de programação nos softwares desenvolvidos pela empresa.

Deu para perceber por que a gamificação está em alta, não é? A demanda por esta estratégia só cresce dentro das organizações, por isso profissionais especializados na área têm um grande diferencial no mercado de trabalho. Saiba como se especializar em gamificação, uma das carreiras do futuro.

sobre o autor

Bruna Giroldo

Analista de marketing de conteúdo da Pós PUCPR Digital. Escritora e entusiasta da educação digital e do futuro do trabalho.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Próximo conteúdo

Jogos digitais e gamificação empresarial: a profissão do futuro?

Confira 7 exemplos de gamificação nas grandes empresas e entenda como essa poderosa ferramenta é a solução para diferentes desafios!

Tempo de leitura

3 min