Skip to content

Negócios e Gestão

A diferença entre o conceito de produto e projeto

Por Olívia Baldissera   | 

Quem sonha em ser PMO, uma das profissões em alta nos próximos anos, precisa dominar conceitos fundamentais para a área. Os mais importantes são o conceito de produto e de projeto.

Você saberia dizer a diferença entre eles?

Confira um resumo dos conceitos de produto e projeto que vai te ajudar a responder à pergunta.

Inscreva-se na pós-graduação em Gestão de Projetos da Pós PUCPR Digital

O conceito de produto

Aqui vamos falar do conceito de produto para as Ciências Sociais Aplicadas e para as Ciências Jurídicas.

Nas Ciências Sociais Aplicadas, mais especificamente para o marketing, um produto é algo que pode ser oferecido para aquisição, utilização ou consumo a um mercado. Ele deve satisfazer a um desejo ou necessidade de consumidores ou de organizações, o que envolve um processo de melhorias constantes.

Um produto pode ser:

  • Objetos físicos;
  • Serviços;
  • Pessoas;
  • Locais;
  • Organizações;
  • Ideias.

Essa definição clássica é de Philip Kotler, compartilhada no livro “Administração de Marketing” (2000). Kotler também elaborou uma classificação para os diferentes produtos disponíveis no mercado:

  1. Bens de conveniência: comprados com frequência com o mínimo de esforço;
  2. Bens de compra: consumidor compara preço, modelo e qualidade antes de adquiri-los;
  3. Bens de especialidade: têm características singulares que os diferenciam da concorrência;
  4. Bens não procurados: desconhecidos pelo consumidor, que normalmente não pensa em adquiri-los.

O conceito de produto de Kotler é inspirado no de Jerome McCarthy, criador dos 4 P’s do marketing. No livro “Basic Marketing” (1960), McCarthy definiu um produto como:

“O produto total é mais do que o objeto físico, no que se refere às características funcionais e estéticas. Inclui acessórios, instalações, instruções sobre uso, embalagem, talvez um nome que tenha relação com algumas necessidades psicológicas, e a certeza de que estarão disponíveis os serviços de assistência técnica indispensáveis para que as necessidades do consumidor mantenham-se satisfeitas após a compra.”

Nessa perspectiva, todo produto tem 4 níveis constitutivos:

  1. Nível básico: produto é visto pelo seu benefício mais óbvio, que é a sua funcionalidade. Não há distinção entre marcas e fabricantes;
  2. Nível tangível: produto atinge o consumidor produto atinge o consumidor por uma dimensão sensorial e de valores. Entram em cena a marca e o design;
  3. Nível ampliado: inclui todos os serviços adicionais que são oferecidos ao consumidor para que ele não adquira o produto concorrente. Alguns exemplos são entrega a domicílio, assistência técnica e créditos pós-venda;
  4. Nível potencial: abrange tudo o que pode ser feito pelos consumidores, mas que ainda não se concretizou. Envolve estratégias de aquisição e manutenção de clientes.

Philip Kotler e Jerome McCarthy. Créditos: Wikimedia Commons CC BY-SA 3.0Philip Kotler e Jerome McCarthy. Wikimedia Commons CC BY-SA 3.0

E nas Ciências Jurídicas?

O conceito de produto é bem mais conciso. De acordo com o Artigo 3º do Código de Defesa do Consumidor (CDC):

§ 1° Produto é qualquer bem, móvel ou imóvel, material ou imaterial.

§ 2° Serviço é qualquer atividade fornecida no mercado de consumo, mediante remuneração, inclusive as de natureza bancária, financeira, de crédito e securitária, salvo as decorrentes das relações de caráter trabalhista.

O conceito de projeto

De acordo com o Project Management Body of Knowledge (PMBOK®), guia elaborado pelo Project Management Institute (PMI), um projeto é:

“Um esforço temporário para alcançar um objetivo específico. Todo projeto é planejado, executado e controlado por pessoas, geralmente com recursos limitados e um escopo bem definido.”

Um projeto representa um componente crítico da estratégia de negócios de uma organização. Com data para começar e para terminar, é realizado em todos os níveis de uma empresa ou fora de suas fronteiras, como em joint ventures.

Geralmente, é constituído por 4 dimensões básicas:

  1. Tamanho, geralmente medido em termos de valor;
  2. Grau de dificuldade técnica para alcançar o objetivo;
  3. Complexidade do relacionamento entre stakeholders;
  4. Grau de incerteza envolvida no trabalho.

Capa do guia PMBOK, do PMI. Créditos: reprodução/PMI.Reprodução/PMI.

A diferença entre produto e projeto

A partir dos conceitos que vimos até aqui, podemos resumir a diferença entre produto e projeto nos seguintes pontos:

  • Um projeto pode ter como objetivo a criação ou melhorias de um produto. Mas também pode ser executado em qualquer departamento de uma organização com os mais diferentes fins, como otimização de processos e treinamentos.
  • O projeto foca na entrega e no cumprimento de um cronograma. O produto foca no resultado, sem ter uma data definida para ser finalizado. Ele envolve um esforço contínuo, já que precisa ser constantemente atualizado para atender as demandas do mercado.

Como se destacar na área de projetos

O conhecimento teórico e prático é a chave para se destacar na área. O primeiro passo para conquistá-lo é fazer um curso de gestão de projetos, que vai te preparar para obter os principais certificados para atuar como PMO, como os emitidos pelo PMI.

Aprenda com quem é referência no assunto no curso Gestão de Projetos, Jornada do Cliente e Metodologias Ágeis da Pós PUCPR Digital.

O fundador da PMO Global Alliance e cofundador do PMI Rio de Janeiro, Américo Pinto, é professor convidado da disciplina “Project Management Office”. Em aulas 100% online, ele vai falar sobre como implementar a área em uma organização para melhorar os resultados dos projetos.

Preencha o formulário para baixar o guia do curso Gestão de Projetos, Jornada do Cliente e Metodologias Ágeis:

 

Além do módulo com o professor convidado Américo Pinto, você vai aprender:

  • Ética: Inteligência Moral na Era Digital, com Clóvis de Barros Filho
  • Admirável Futuro Novo, com Yuval Noah Harari
  • Novos Tempos, Novas Lideranças, com James Hunter
  • Governança Ágil de Projetos, Programas e Portfólios, com Norberto Almeida
  • Lean Startup, com Eric Ries
  • Gestão Contemporânea de Projetos, com Mônica Mancini
  • Planejamento e Controle de Projetos, com Armando Terribili
  • Scrum, Kanban e Scrumban, com Jeff Sutherland e JJ Sutherland
  • Análise de Viabilidade em Ambientes Preditivos e Adaptativos, com Luis Vivanco
  • Jornada do Cliente, com Gabriel Viégas
  • Design Sprint, com Jake Knapp
  • Liderança Ágil, com Jurgen Appelo
  • Plataformas e Ferramentas Colaborativas para Gerenciamento de Projetos, com Andrea Magalhães
  • Ciência de Dados Aplicada ao Gerenciamento de Projetos, com Fabricio Lira

Se ficar com alguma dúvida, é só clicar no botão do WhatsApp do lado direito da sua tela. A equipe da Pós PUCPR Digital está a postos para te ajudar.


Esperamos que este resumo sobre os conceitos de produto e projeto tenha sido útil para você. Acompanhe o Blog da Pós PUCPR Digital para mais conteúdo sobre gestão e negócios.

Alavanque sua carreira com os cursos da Pós PUCPR Digital!

Sobre o autor

Olívia Baldissera

Olívia Baldissera

Jornalista e historiadora. É analista de conteúdo da Pós PUCPR Digital.

Assine nossa newsletter e fique por dentro do nosso conteúdo.