22/09/2021 12:00:00

Saiba por que fazer um MBA em finanças pode alavancar sua carreira em 2022

Aproveite as oportunidades do mercado financeiro para sua vida profissional e descubra por que você deve incluir um MBA em finanças no currículo

Já se tornou um pré-requisito para todo profissional ter uma pós-graduação no currículo, independentemente da área de atuação. Além de se manter atualizado, quem tem uma especialização ou MBA recebe até 47,2% a mais do que as pessoas que têm apenas graduação, segundo a 54ª edição da Pesquisa Salarial da Catho Educação, realizada em 2019.

A grande questão é saber qual pós-graduação cursar. Para ajudar você a escolher, listamos as 3 oportunidades que um MBA em finanças pode trazer para sua carreira (mais um bônus para sua vida pessoal). Mas antes é preciso saber qual a diferença entre uma pós e um MBA.

✉️ Receba de graça uma seleção semanal de artigos sobre negócios, tecnologia e carreira. É só preencher o formulário abaixo:

Qual a diferença entre pós e MBA

A pós é um termo guarda-chuva que abrange cursos com mais de 360 horas de duração realizados depois da conclusão da graduação. Ela inclui especializações, mestrado, doutorado e pós-doutorado. O MBA é um tipo de especialização.

Saiba como escolher a melhor pós-graduação para você com a ajuda deste guia.

O que é um MBA

Sigla para Master of Business Administration, o MBA é um curso de pós-graduação lato sensu voltado para administradores, executivos e demais profissionais que ocupam cargos de gestão. As disciplinas abordam temas sobre finanças, negócios e gestão empresarial. Apesar do nome, quem conclui um MBA não recebe o título de mestre, mas de especialista.

O indicado é que o profissional faça essa especialização com, pelo menos, seis anos de atuação no mercado, para adquirir experiência e, assim, aproveitar ao máximo as aulas.

As 3 oportunidades que um MBA em finanças traz para sua carreira

Ao contrário de outros segmentos, empresas do mercado financeiro estão contratando e têm cargos em alta. Confira as oportunidades que você pode aproveitar tendo um MBA em finanças no currículo:

1. Mercado de ações com alta demanda de analistas

Quando a Selic estava no menor patamar histórico, aumentou o número de brasileiros interessados no mercado de ações. De acordo com a B3, havia 814 mil CPFs ativos na Bolsa de Valores em 2018. Dois anos depois, foi atingida a marca de 3,2 milhões de investidores, um aumento de quase 300%. E só no primeiro semestre de 2021 mais 500 mil pessoas se cadastraram em corretoras para investir em renda variável.

A expectativa de uma série de IPOs para os próximos meses também é animadora, outro fator que contribuiu para a alta demanda por analistas no mercado financeiro. Uma especialização como o MBA em finanças é o mais indicado para quem quer aproveitar essa alta procura.

Para você ter uma ideia da valorização dos especialistas em finanças no mercado, um analista júnior ganha R$ 13,8 mil por mês, em média, segundo o guia salarial de 2021 da Robert Half. Já profissionais mais experientes podem ganhar até R$ 27,7 mil, enquanto diretores de análise recebem até R$ 46,8 mil.

2. Empresas precisam cada vez mais de especialistas em finanças para enxugar gastos

Outra área de atuação do especialista em finanças que viu a demanda aumentar em 2020 e 2021 foi a de controle de custos. Devido à crise do coronavírus, empresas dos setores farmacêutico, agropecuário, infraestrutura, telecomunicações e construção tiveram que enxugar o fluxo de caixa, o que levou à maior contratação de profissionais com experiência em controle de custos.

A busca por esse especialista aumentou em 50% nos quatro primeiros meses de 2021, segundo levantamento do Pagegroup. Os salários de quem atua na área podem chegar a R$ 25 mil, dependendo do porte da empresa, do cargo e nível de senioridade.

Um MBA em finanças o preparará para ocupar os cargos mais procurados pelas empresas que precisam de especialistas em controle de custos:

  • Analista contábil: aumento da procura em 20%
  • Gerente contábil: aumento da procura em 27%
  • Controller: aumento da procura em 33%
  • Gerente de tesouraria: aumento da procura em 13%
  • Coordenador de contas a receber: aumento da procura em 17%

3. Versatilidade de áreas de atuação

Além das áreas listadas acima, o MBA em finanças o capacitará para ocupar outros cargos em alta no mercado financeiro. O guia da Robert Half inclui analista de fusões e aquisições, em reestruturação de dívidas, gerentes de riscos e compliance. A remuneração de entrada de um analista nessas áreas é de R$ 7,9 mil.

O MBA em finanças, aliado às certificações requeridas para atuar no mercado financeiro, torna o especialista um profissional disputado por bancos, corretoras e gestoras. Ele também pode atuar como um consultor autônomo ou AAI, de acordo com o regimento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Para que você possa aproveitar todas as oportunidades que o mercado financeiro oferece, a Pós PUCPR Digital desenvolveu o MBA em Finanças e Investimentos na Era Digital. O curso preparará você para atuar como consultor autônomo ou para ocupar cargos em instituições financeiras. As aulas são 100% online e com uma metodologia exclusiva de ensino.

Converse com um de nossos consultores e garanta sua vaga para a próxima turma!

Quero fazer o MBA em Finanças e Investimentos na Era Digital

Um ponto que o profissional de finanças deve prestar atenção é o perfil requisitado pelas organizações. A consultoria Michael Page lista 4 características principais:

  1. Habilidades de liderança;
  2. Capacidade de se adaptar às oscilações da economia;
  3. Saber associar os números com o negócio;
  4. Capacidade de transitar pelas diferentes áreas de uma organização.

Oportunidade bônus: MBA em finanças o prepara para cuidar de seus investimentos pessoais

Todo o conteúdo que você aprende em um MBA em finanças pode ser aplicado também nos seus investimentos pessoais. O curso da Pós PUCPR Digital, inclusive, conta com uma disciplina voltada a finanças pessoais.

Quem pode fazer MBA em finanças

Não existe uma graduação obrigatória para fazer um MBA em finanças. De acordo com a Resolução CNE/CES n°. 1, toda pessoa com um diploma de ensino superior, seja um bacharelado, licenciatura ou tecnólogo, pode ingressar em cursos de pós-graduação lato sensu.

Geralmente, um MBA em finanças é cursado por profissionais graduados em Administração, Economia, Ciências Contábeis e Engenharias. É recomendado que a pessoa já tenha alguns anos de experiência profissional e exerça funções de gestão, para aproveitar melhor as disciplinas.

Como funciona o MBA em finanças

Um MBA em finanças pode ser na modalidade presencial, à distância ou híbrida e deve ter, pelo menos, 360 horas de duração para ser reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC). Dependendo da instituição de ensino, o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) não é obrigatório.

O MBA em Finanças e Investimentos na Era Digital da Pós PUCPR Digital é 100% online e tem como TCC um projeto de aplicação, feito ao longo do curso. Assim, o estudante coloca em prática todo o conhecimento que adquiriu com as disciplinas, que são:

  1. Ética: inteligência moral na era digital
  2. Admirável Futuro Novo
  3. Mercado de Derivativos
  4. Sistema Financeiro
  5. Fundos de Investimento
  6. Renda Variável
  7. Renda Fixa
  8. Valuation
  9. Análise Técnica
  10. Finanças Comportamentais
  11. Finanças Pessoais
  12. Investimentos ESG
  13. Aplicações de Machine Learning em investimentos
  14. Criptoativos
  15. M&A e Private Equity

Entre os professores do MBA em Finanças e Investimentos na Era Digital da Pós PUCPR Digital estão o historiador Yuval Noah Harari e o autor best-seller Clóvis de Barros Filho.

sobre o autor

Olívia Baldissera

Jornalista, historiadora e analista de conteúdo da Pós PUCPR Digital.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Próximo conteúdo

Como trabalhar no mercado financeiro: tudo o que você precisa saber para atuar na área

Aproveite as oportunidades do mercado financeiro para sua vida profissional e descubra por que você deve incluir um MBA em finanças no currículo

Tempo de leitura

4 min