14/06/2021 07:00:00

Como implantar gamificação nas empresas e motivar a equipe em 8 passos

Como aumentar o engajamento dos colaboradores? Descubra agora mesmo como implantar a gamificação na sua empresa em 8 passos.

Não é segredo que o crescimento de um negócio depende do envolvimento das equipes de todos os setores, da contabilidade ao marketing, do atendimento ao cliente à diretoria. Mas pesquisa recente da consultoria Gallup mostra um cenário preocupante.

85% dos colaboradores não estão engajados de fato com o seu trabalho. A pesquisa foi realizada em 2019 e ouviu mais de 1,8 milhão de profissionais em 230 organizações de 73 países.

Assustador, não é mesmo? É neste contexto que cada vez mais organizações têm buscado soluções para aumentar o engajamento dentro das empresas. Quem souber orientar executivos a aumentarem o envolvimento dos colaboradores será um profissional requisitado no mercado de trabalho.

A estratégia de engajamento que tem se mostrado mais eficiente é a gamificação, por isso a especialização na área tem sido cada vez mais buscada por profissionais de RH, marketing e demais gestores. Neste artigo, você pode se aprofundar no conceito de gamificação e entender em detalhes como ela promove o engajamento.

🟣 Seja um especialista em gamificação e revolucione a cultura organizacional da sua empresa. Conheça o curso da Pós PUCPR Digital.

Quero fazer a pós em Gamificação, Engajamento e Marketing Digital

Mas como colocar em prática a lógica dos jogos em uma empresa? Se esta é a sua dúvida depois de perceber a alta demanda da gamificação no meio corporativo, leia este artigo até o final. Aqui você encontrará um passo a passo de como implantar a gamificação em uma empresa. Vamos lá?

A relação da gamificação com o engajamento

O engajamento espontâneo está no centro do conceito de gamificação. O gosto pela dinâmica dos jogos, que envolve passar de nível, evoluir personagens e resolver desafios, revela que todo ser humano é movido pela conquista e superação.

Uma empresa que gamifica seus processos engaja os colaboradores e colhe benefícios a médio e longo prazo. Mas você sabe o que significa engajamento de verdade? Descubra neste artigo.

Conheça alguns benefícios da gamificação nas empresas:

  • Geração de sentimentos de motivação, conquista e confiança;
  • Aumento da produtividade;
  • Engajamento nas atividades do dia a dia do negócio;
  • Melhoria na comunicação entre colaboradores;
  • Motivação para cumprir metas;
  • Desenvolvimento das soft skills, como criatividade, assertividade e resiliência;
  • Estímulo à a competição saudável no ambiente de trabalho;
  • Possibilidade de mensuração do desempenho;
  • Entrega de feedbacks instantâneos, o que traz um estímulo constante de melhorias.

Como implantar a gamificação nas empresas em 8 passos

Organizações como Gerdau, Santander e Microsoft incluíram a gamificação em seus processos e colheram bons resultados, em especial no estímulo à criatividade da equipe. Conheça mais 4 exemplos de gamificação empresarial de sucesso.

Alguns jogos convencionais inspiram projetos de gamificação, como o quiz e o clássico detetive. As etapas e ferramentasque serão utilizadas variam de acordo com o objetivo, o tamanho e o segmento de cada empresa, mas, de uma forma geral, é preciso seguir 8 passos:

1. Entenda qual é o problema

Os desafios pelos quais a empresa está passando, bem como o contexto de cada um dos departamentos, são o ponto inicial de uma estratégia de gamificação. Quando começar a elaborá-la, responda estas perguntas:

  • Quais problemas o negócio enfrenta neste momento?
  • Qual o objetivo de usar a gamificação?
  • Quem pode participar da construção do projeto?
  • Qual a relação entre os colaboradores?
  • Como é a cultura organizacional? A empresa é mais formal ou estimula um ambiente de trabalho mais descontraído?

2. Defina a missão

A missão que os colaboradores precisam cumprir deve ser clara e objetiva, assim como as regras que precisam ser seguidas. Ela também precisa ser mensurável, por isso não estabeleça objetivos genéricos.

3. Conheça os jogadores

Cada colaborador tem um perfil e uma história de vida diferentes, o que precisa ser levado em conta no projeto de gamificação. De maneira geral, existem 4 tipos de jogadores:

  1. Socializadores: participantes mais propensos a interagir e socializar com outros jogadores, dentro e fora do jogo.
  2. Exploradores: jogadores que preferem explorar todos os elementos do jogo, como personagens, cenário e easter eggs.
  3. Conquistadores: jogadores propensos a acumular recompensas, pontos e conquistas.
  4. Assassinos: jogadores que focam em derrotar outros participantes, para mostrar a superioridade das próprias habilidades.

4. Estabeleça a mecânica do jogo

Definida a missão e mapeado o perfil dos jogadores, é hora de montar o funcionamento do jogo. Quais serão os objetivos de cada etapa? Quais serão as regras? E os resultados esperados de cada uma das ações?

Ainda, cada atividade precisa ter uma duração definida, assim como o número de conquistas e a frequência de interação entre os jogadores.

5. Teste a mecânica que você montou

Os testes da versão final do jogo são uma parte importante da gamificação, já que eles dirão se é hora ou não de convidar os colaboradores a participarem das atividades.

Faça testes com grupos pequenos e receba o feedback deles. Assim você poderá fazer os ajustes necessários antes de finalizar o projeto de gamificação e envolver toda a empresa.

6. Explique direitinho as regras

Lembra que falamos que as regras de um jogo precisam ser claras e objetivas? Você precisa deixar claro para a equipe que as normas precisam ser cumpridas até o cumprimento do objetivo.

Para que todo o time entenda como é o processo gamificado, realize simulações do jogo que será realizado. Aproveite os canais de comunicação interna da empresa para divulgar as regras e mostre-se à disposição para tirar todas as dúvidas.

7. Implemente e acompanhe

Coloque a estratégia de gamificação em prática e monitore o nível de engajamento dos participantes. Quantas pessoas estão participando das atividades? E quantas estão alcançando os objetivos e passando de fase? Estes são indicadores importantes para saber se mais ajustes são necessários na mecânica do jogo.

8. Mensure resultados

O passo final do projeto de gamificação vai depender da definição de metas mensuráveis, como explicamos acima. Preste atenção se houve um engajamento significativo da equipe, o tempo que os colaboradores dedicaram ao jogo e qual o retorno do tempo investido no projeto.

Depois de descobrir este passo a passo, está pensando em se especializar para atender a demanda do mercado por engajamento? O curso Gamificação, Engajamento e Marketing Digital da Pós PUCPR Digital é para você.

Ao finalizar a pós-graduação em gamificação, você estará preparado para promover mudanças de comportamento, estímulos à participação e promoção do engajamento no meio corporativo e educacional, além de potencializar estratégias de marketing.

As aulas são 100% online e em primeira pessoa, com professores referência em suas áreas de atuação, como o pioneiro da gamificação Yu-Kai Chou e o futurologista Jesper Rhode.

Matricule-se agora e garanta sua vaga para a próxima turma.

Quero fazer a pós em Gamificação, Engajamento e Marketing Digital

sobre o autor

Olívia Baldissera

Analista de conteúdo da Pós PUCPR Digital. Jornalista e historiadora apaixonada pelo estudo.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Próximo conteúdo

O que é gamificação e como ela aumenta o engajamento

Como aumentar o engajamento dos colaboradores? Descubra agora mesmo como implantar a gamificação na sua empresa em 8 passos.

Tempo de leitura

4 min