08/03/2021 09:00:00

Como escolher a melhor pós-graduação online: o guia definitivo

Sente que precisa se atualizar? Ou quer investir em uma nova carreira? A pós-graduação online é a solução. Descubra como escolher o curso certo para você.

O número de profissionais matriculados em cursos de pós-graduação lato sensu e MBA cresceu 74% entre 2016 e 2020, passando de 683 mil para quase 1,2 milhão de estudantes, segundo levantamento do Instituto Semesp. A busca é um reflexo das mudanças no mercado de trabalho, que exige atualização constante e versatilidade para se adaptar às novas tecnologias.

A concorrência por uma vaga se torna cada vez mais acirrada e quem não se aperfeiçoa fica para trás. Para você estar pronto para um mercado cada vez mais exigente, a Pós PUCPR Digital preparou este Guia Definitivo da Pós-Graduação Online para ajudá-lo na escolha da melhor especialização para sua carreira. Você irá ver:

  1. O cenário da pós-graduação online no Brasil
    1.1 O que significa dizer que uma Instituição de Ensino Superior (IES) é “reconhecida pelo MEC”? 
    1.2 Com surgiu a pós-graduação online no Brasil
  2. Como funciona uma pós-graduação
  3. Quando fazer uma pós-graduação
  4. Online, presencial ou híbrido: qual o melhor formato?
  5. Tipos de pós-graduação online e remota
    5.1 A diferença entre especialização, MBA, MBE e PhD 
  6. O trabalho de conclusão de curso (TCC) é obrigatório em uma pós-graduação online?
  7. Posso fazer uma pós-graduação fora da minha área?
  8. Como escolher a pós-graduação online ideal para mim?
  9. Os diferenciais que uma pós-graduação online ou presencial traz para seu currículo

Depois de ler cada um destes itens, você terá dado o primeiro passo para crescer na carreira e continuar relevante para o mercado de trabalho. Vamos lá?

O cenário da pós-graduação online no Brasil

A primeira referência à pós-graduação no país foi feita no decreto 21.321, de 18 de junho de 1946, durante o governo Dutra (1946-1951). O documento criava o Estatuto da Universidade do Brasil, que incluía os cursos de especialização entre as atribuições das Instituições de Ensino Superior (IES). Mas a primeira pós-graduação de fato começou em 1965: o mestrado em Educação da PUC-Rio.

Três anos depois, com a reforma universitária do governo Costa e Silva (1967-1969), foi criada uma política nacional para a pós-graduação, vinculada ao Ministério da Educação. A pasta é responsável pela avaliação dos cursos de especialização desde a década de 1970, por meio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), para garantir um padrão de qualidade no ensino.

A avaliação da Capes é realizada apenas em cursos de pós-graduação stricto sensu, ou seja, especializações e MBAs não são avaliados. Por isso a importância de, na hora de escolher uma pós, verificar se a instituição de ensino que a oferta é autorizada ou reconhecida pelo MEC.

O que significa dizer que uma Instituição de Ensino Superior (IES) é “reconhecida pelo MEC”?

Significa que a IES tem autorização definitiva do Ministério da Educação para funcionar, pois atende a todos os padrões de qualidade de ensino exigidos pela pasta. Representantes do MEC avaliam laboratórios e instalações (no caso de programas presenciais), o corpo docente e a grade curricular para autorizar a oferta e a continuidade dos cursos de graduação e pós-graduação.

É importante prestar atenção na diferença entre uma pós-graduação ofertada em uma IES reconhecida pelo MEC e uma IES autorizada. A primeira se refere a uma instituição já consolidada e de confiança, com autorização definitiva para funcionar. A segunda ainda está em processo de regularização, mas já pode iniciar as matrículas e as aulas.

Para saber se a pós-graduação online que você gostaria de fazer é ofertada por uma IES reconhecida pelo MEC, acesse o Cadastro Nacional de Cursos e Instituições de Educação Superior.

Como surgiu a pós-graduação online no Brasil

A pós-graduação online surgiu oficialmente com a implementação da Lei nº 9394/1996, no governo FHC (1995-2003). Ela estabelece as diretrizes e bases da educação para o país, incluindo orientações sobre o Ensino a Distância (EaD) para todos os níveis educacionais.

No mesmo ano em que a lei entrou em vigor, o MEC criou uma secretaria voltada à pós-graduação online e ao ensino remoto em geral, a Secretaria de Educação a Distância, SEED.

Os programas de pós-graduação online passaram a ser credenciados em 1999. Mas é preciso lembrar que o ensino remoto no país é mais antigo do que a adoção da internet. No final do século XIX, eram comuns anúncios sobre profissionalização por correspondência nos jornais do Rio de Janeiro.

Como funciona uma pós-graduação?

Todo o processo da pós-graduação, do ingresso à obtenção do certificado, é bem diferente do da graduação. Geralmente, há menos etapas e a duração é mais curta, dependendo da modalidade escolhida. Confira cada uma das etapas:

Ingresso na pós-graduação

Cursos lato sensu, como especializações e MBAs, exigem apenas a graduação no ensino superior. Já programas stricto sensu realizam processos seletivos para quem quer começar um mestrado ou doutorado, que envolvem análise de currículo, prova dissertativa e entrevistas.

Duração do curso

Toda pós-graduação deve ter, no mínimo, 360 horas de duração, de acordo com o MEC. Mas o período total depende cada curso. Geralmente, a especialização, o MBA e o mestrado duram 2 anos, enquanto o doutorado pode levar até 4 anos para ser concluído.

Modelo de aulas

As aulas na pós-graduação são uma mescla de aulas teóricas e práticas, que acontecem pelo menos uma vez por semana. Os encontros podem ser presenciais ou remotos, dependendo da IES.

Avaliação na pós-graduação

Cada curso tem um método próprio de avaliação, que pode ser um seminário, uma prova escrita, produção de artigos ou desenvolvimento de um produto.

Trabalho de conclusão de curso (TCC)

Cada tipo de pós-graduação tem o próprio modelo de TCC. Estudantes de MBA e especialização geralmente precisam apresentar um artigo, estudo de caso ou projeto experimental no final do curso. Já o TCC do mestrado é a dissertação e do doutorado, a tese. Os trabalhos reúnem as conclusões da pesquisa realizada durante a pós, que devem ser defendidas a uma banca avaliadora para obtenção do título.

Quando fazer uma pós-graduação

O melhor momento para fazer uma pós-graduação depende da fase da vida profissional em que você está, segundo Rafael Souto, CEO da Produtive, consultoria de outplacement:

  • 3 a 5 anos após o término da faculdade: cursos de especialização.
    6 a 10 anos após o término da faculdade: cursos de mestrado, MBA e MBE.
    11 anos ou mais: cursos de doutorado e demais especializações, para se manter atualizado em sua área de atuação.

Lembre-se de que este parâmetro não é rígido e existem exceções. Profissionais que pensam em investir na carreira acadêmica, por exemplo, podem e devem iniciar um mestrado logo após a graduação. Quem atua em empresas familiares desde a adolescência também pode fazer um MBA antes de uma especialização.

O ideal é fazer uma pós-graduação depois de alguns anos de formado, para acumular experiência profissional e tornar o aprendizado mais rico, mas também não esperar mais de uma década, pois quem demora para agregar mais títulos ao currículo pode ser considerado estagnado pelo mercado.

Qual é a melhor idade para fazer uma pós-graduação?

Não existe uma idade mínima ou máxima para fazer uma pós-graduação. A única exigência do MEC é que o profissional tenha concluído a graduação de nível superior, seja um bacharelado, uma licenciatura ou um tecnólogo.

Profissionais com mais de 50 anos podem e devem investir em uma pós-graduação online ou presencial, para se manterem atualizados e continuarem relevantes em suas áreas de atuação. A experiência que acumularam ao longo da vida também é enriquecedora para os demais colegas de curso.

Online, presencial ou híbrido: qual o melhor formato?

Escolher entre uma pós-graduação online, presencial ou híbrida depende dos seus objetivos e da fase da vida em que você está. A modalidade presencial é a mais tradicional, porém estudantes têm optado cada vez mais pelos modelos híbrido e a distância, devido à flexibilidade de espaços e horários.

Até 2019, um em cada três profissionais optou pela pós-graduação online, proporção que tende a aumentar com a pandemia do novo coronavírus. Saiba por que você também deve aproveitar o isolamento social para investir na sua carreira e fazer cursos online.

As vantagens de estudar remotamente não se restringem ao período da pandemia. Conheça 5 benefícios da pós-graduação online para sua carreira.

Tipos de pós-graduação

Stricto sensu. Lato sensu. Você deve ter reparado que estes termos apareceram em alguns pontos deste texto. Agora chegou o momento de saber mais detalhes sobre eles.

Pós-graduação stricto sensu

Os cursos desta categoria são voltados para o meio acadêmico e abordam conhecimentos profundos e exploratórios. O objetivo é a contribuição científica às diferentes áreas do conhecimento. O mestrado e o doutorado são exemplos de pós-graduação stricto sensu.

Pós-graduação lato sensu

Esta categoria abrange a especialização e o MBA, voltados à atualização e aperfeiçoamento dos profissionais para atender as demandas da área em que atuas. A diferença entre ambos é a etapa da carreira em que está o estudante. O MBA é dedicado à área gerencial, ou seja, é voltado para quem já adquiriu experiência no mercado e ocupa uma posição de liderança.

Se você quiser se aprofundar ainda mais nos diferentes tipos de pós-graduação, confira neste artigo as possibilidades de carreira que cada um deles oferece.

A diferença entre especialização, MBA, MBE e PhD

Os cursos de pós-graduação se diferenciam pelo objetivo e pelo tempo de duração:

  • Especialização: o objetivo deste curso de pós-graduação é formar especialistas em determinadas áreas do conhecimento. A graduação forma profissionais mais generalistas para atuar no mercado, enquanto a especialização os prepara para exercer atividades mais específicas.
  • MBA (Master Business Administration): esta pós-graduação também é uma especialização, porém ela se diferencia no objetivo. O estudante aprende sobre negócios e gestão empresarial. Ela é recomendada para profissionais que já atuam há alguns anos no mercado de trabalho e tem uma carreira consolidada. Apesar do nome, quem conclui um MBA não recebe o título de mestre, mas de especialista.
  • MBE (Master of Business Economics): se o MBA é voltado para a área de negócios e gestão empresarial, o MBE é focado em economia e finanças. Também é uma pós-graduação lato sensu que dá o título de especialista para quem a conclui.
  • PhD (Philosophy Doctor): título bastante utilizado nos Estados Unidos. No Brasil, o equivalente deste curso de pós-graduação é o doutorado. Aqui, ele tem um enfoque acadêmica, enquanto lá fora existem PhDs focados na prática profissional.

O trabalho de conclusão de curso é obrigatório em uma pós-graduação online?

Uma resolução do MEC publicada em 2018 retirou a obrigatoriedade da entrega e apresentação de um TCC nos cursos de pós-graduação lato sensu – para a categoria stricto sensu, ainda é preciso entregar uma dissertação ou tese. É necessário frisar que o certificado da pós terá validade independentemente da exigência ou não do TCC por parte da IES.

Posso fazer uma pós-graduação fora da minha área?

Sim! E este é o principal caminho adotado por quem busca se adaptar à transformação digital do mercado de trabalho. A interdisciplinaridade tem sido cada vez mais valorizada no mercado de trabalho e na academia. Ainda, uma turma composta por pessoas com diferentes formações resulta em uma maior troca de experiências, ampliação do networking e uma visão mais abrangente sobre o que é estudado ao longo do curso.

Aqui fica o alerta: fazer uma pós-graduação em outra área não significa que você poderá mudar de categoria profissional. Toda pessoa que tiver um diploma de graduação (bacharelado, licenciatura ou tecnológico) pode fazer uma pós lato ou stricto sensu em qualquer área, quantas vezes quiser. No entanto, exercer uma profissão de nível superior regulamentada exige graduação naquela área específica e registro no conselho regional da categoria.

Por exemplo, para alguém atuar como engenheiro civil, advogado, psicólogo ou médico, é preciso ter registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea), na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), no Conselho Regional de Psicologia (CRP) ou no Conselho Regional de Medicina (CRM) do estado em que reside. E todos estes órgãos exigem o diploma de graduação das respectivas áreas para se afiliar. Não fazer parte do conselho profissional e realizar atividades destas categorias é considerado exercício ilegal da profissão.

Por isso a importância de, antes de começar uma pós-graduação, ter em mente quais são os seus objetivos. Caso você esteja pensando em mudar de área, confira as profissões que estão em alta no pós-pandemia.

Como escolher a pós-graduação online ideal para mim?

A resposta para esta pergunta é única, pois depende de quem a faz. Os sonhos, experiência de vida, momento da carreira e demandas profissionais variam de pessoa para pessoa. Mas escolher a pós-graduação ideal envolve fazer alguns questionamentos antes de fazer a matrícula:

Qual é o meu objetivo?

Fazer uma pós só para encher o currículo é um obstáculo para realizar seus planos profissionais. Pense: onde você quer chegar com o curso? Você quer atender uma demanda do mercado? Adquirir conhecimentos que sua área de atuação exige? Se atualizar? É o seu objetivo que ajudará escolher entre as modalidades stricto e lato sensu, além da área do curso.

Se você sente que precisa acelerar sua carreira, mas ainda não sabe se começa uma pós-graduação, estes 7 livros podem te ajudar.

Esta é a hora certa de começar uma pós?

Uma pós-graduação exige dedicação. Se você está muito envolvido em projetos profissionais ou questões familiares, é preciso avaliar se você conseguirá incluir o estudo na sua rotina. Neste artigo, você encontra algumas dicas práticas de como conciliar a carreira com a vida pessoal.

Qual modalidade é mais adequada para mim?

Presencial, online ou híbrido. Pense em qual se encaixa melhor à sua rotina. Para quem busca maior flexibilidade, a pós-graduação online é a melhor opção.

A instituição que oferece a pós é reconhecida no mercado?

Lembra o que falamos sobre o reconhecimento do MEC? Ele é um indicativo sobre a credibilidade da instituição que oferece a pós-graduação.

O que os professores da pós-graduação podem agregar ao meu conhecimento?

Além da escolha da instituição, é importante conhecer o corpo docente do curso. Eles são reconhecidos no meio em que atuam? Como eles contribuíram para as respectivas áreas de atuação? Pesquise os currículos dos professores antes de fazer a matrícula.


Os diferenciais que uma pós-graduação online traz para seu currículo

Depois de saber como funciona e os diferentes tipos de pós que existem, ainda está na dúvida se começa a sua especialização ou não? Confira como sua trajetória profissional só tem a ganhar com todo este aprendizado:

  1. Em um mercado de trabalho cada vez mais concorrido, uma especialização pode ser um critério de desempate entre concorrentes a uma mesma vaga.
  2. Continuar a estudar é uma forma de ser reconhecido dentro da empresa, pois mostra ao gestor que você está disposto a se aprimorar e contribuir com o crescimento da empresa.
  3. A pós-graduação pode levar a uma melhoria na remuneração de até 53,7% em cargos de coordenação, segundo levantamento da Catho Educação de 2018. Para cargos de analista, a pós pode aumentar o salário em até 118%. No caso de cargos de diretoria, a diferença salarial entre executivos com especialização ou MBA em comparação aos que não possuem é de 47,2%. Por isso, o estudo deve ser visto como um investimento que trará retorno no futuro.
  4. O networking também é um retorno do investimento na pós-graduação. É neste ambiente que você conhecerá pessoas novas, trocará experiências e encontrará oportunidades de parcerias. Novos negócios podem surgir entre alunos e professores.

Esperamos que este Guia Definitivo da Pós-Graduação Online tenha ajudado você a escolher qual caminho seguir no seu futuro profissional. Sabemos que esta decisão é desafiadora e, para facilitar este processo, convido você a conhecer a Pós PUCPR Digital.

Estamos aqui para trilhar esta jornada ao seu lado!

Faça sua matrícula agora mesmo

sobre o autor

Olívia Baldissera

Analista de conteúdo da Pós PUCPR Digital. Jornalista e historiadora apaixonada pelo estudo.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Próximo conteúdo

Quem é Mariana Holanda, a primeira diretora de Saúde Mental da Ambev

Sente que precisa se atualizar? Ou quer investir em uma nova carreira? A pós-graduação online é a solução. Descubra como escolher o curso certo para você.

Tempo de leitura

9 min