09/04/2021 11:00:00

Os principais problemas de saúde mental em 2021

Conhece alguém que teve o emocional abalado com a pandemia? Conheça os principais problemas de saúde mental que surgiram com a Covid-19.

Antes da pandemia do novo coronavírus, a preocupação com o estado da saúde mental da sociedade já era constante em entidades nacionais e internacionais. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que mais de 700 milhões de pessoas em todo o mundo sofram com problemas de saúde mental.

O mais comum deles é a depressão, que deve se tornar a doença prevalente na população mundial até 2030, segundo a mesma organização. Neste artigo, você encontra mais detalhes sobre como a saúde mental se tornou o principal desafio médico do século 21.

A Covid-19 acelerou este cenário e fez com que certos tipos de transtornos se tornassem mais frequentes.

⚠ ATENÇÃO! Se, ao ler este artigo, você se identificar com algum dos problemas de saúde mental listados abaixo, procure ajuda médica e psicológica profissional. Este texto tem caráter informativo e não oferece um diagnóstico.

Confira a seguir quais são os principais problemas de saúde mental de 2021.

✉️ Receba uma seleção semanal de artigos sobre saúde mental e carreira no seu e-mail (e de graça). É só preencher o formulário abaixo:

1. Depressão

A pesquisa ConVid Comportamentos, realizada em parceria entre a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), mostrou que 40% dos brasileiros experimentaram sentimentos de tristeza e depressão durante a pandemia.

Os principais sintomas da depressão são:

  1. Tristeza;
  2. Perda de interesse ou prazer;
  3. Sentimentos de culpa;
  4. Baixa autoestima;
  5. Sono e apetite alterados;
  6. Cansaço;
  7. Falta de concentração.

As causas deste problema de saúde mental ainda não foram completamente elucidadas pela ciência. Neste artigo sobre transtornos mentais, explicamos como é feito o diagnóstico e quando procurar ajuda.

2. Ansiedade

Na mesma pesquisa ConVid Comportamentos, mais da metade dos entrevistados revelaram experimentar ansiedade ou nervosismo com frequência desde que a pandemia começou.

A princípio, a ansiedade é uma resposta normal do corpo humano a situações de estresse. Ela se torna um problema de saúde mental quando é excessiva e passa a interferir na vida cotidiana.

Os principais sintomas da ansiedade são:

  1. Preocupação excessiva, intensa e persistente;
  2. Medo infundado de situações do dia a dia;
  3. Dificuldade de concentração;
  4. Desequilíbrio dos pensamentos;
  5. Insônia;
  6. Enxaqueca;
  7. Dores musculares;
  8. Frequência cardíaca elevada;
  9. Sudorese;
  10. Fadiga;
  11. Falta de ar.

3. Síndrome do pânico

O aumento de quadros de ansiedade trouxe mais um problema de saúde mental à tona, a síndrome do pânico. Já antes da pandemia mais de 280 milhões de pessoas lutavam contra o distúrbio, seis milhões só no Brasil, de acordo com a OMS.

Este problema de saúde mental se caracteriza por crises inesperadas de medo, insegurança e desespero, em situações que não oferecem um risco real.

Os principais sintomas da síndrome do pânico são:

  1. Medo de enlouquecer ou de morrer;
  2. Sensação de estar em perigo;
  3. Desrealização e despersonalização das pessoas e coisas;
  4. Batimentos cardíacos acelerados;
  5. Sudorese;
  6. Tremores e formigamentos;
  7. Falta de ar;
  8. Náuseas;
  9. Tonturas e vertigens.

4. Síndrome da cabana

Você fica com receio de sair de casa depois de tantos meses de isolamento social? A síndrome da cabana se tornou um problema de saúde mental recorrente na pandemia.

O quadro começa com uma ansiedade excessiva causada pela necessidade de sair de casa, que pode até se transformar em medo. Situações cotidianas, como ir ao mercado ou à farmácia, se tornam fontes de sofrimento psíquico.

Outros sinais da síndrome da cabana são:

  1. Alteração nos ciclos de sono e vigília;
  2. Perda ou ganho de apetite;
  3. Ansiedade social;
  4. Irritabilidade.

É importante ressaltar que a síndrome da cabana não é um transtorno mental. Ela é indicativo que há algum problema de saúde mental mais grave, que precisa de tratamento psicológico e psiquiátrico.

5. Transtorno de estresse pós-traumático (TEPT)

Profissionais da saúde e pacientes que contraíram COVID-19 podem desenvolver transtorno de estresse pós-traumático (TEPT), como mostra este artigo da Universidade Flinders publicado na revista científica Plos One.

O problema de saúde mental é recorrente em pessoas expostas a episódios de violência e risco à vida, como acidentes, abuso sexual e guerras.

O TEPT desencadeia lembranças do evento traumática, em pesadelos ou rememorações involuntárias. Geralmente quem sofre com o transtorno se afasta de qualquer estímulo que relembre o trauma, o que inclui os relacionamentos interpessoais.

Outros problemas de saúde mental podem vir associados ao TEPT, como o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) e a depressão.

Os principais sintomas do transtorno de estresse pós-traumático são:

  1. Irritabilidade;
  2. Crises de pânico;
  3. Confusão mental;
  4. Hipervigilância;
  5. Taquicardia;
  6. Sudorese;
  7. Enxaqueca;
  8. Insônia.

O cenário da saúde mental atual demonstrou a demanda por principais capacitados para ajudar as pessoas a lidarem com o sofrimento psíquico. Recomendamos a leitura deste artigo, sobre como cuidar da saúde mental, como um primeiro passo para aprofundar seus conhecimentos.

sobre o autor

Olívia Baldissera

Jornalista, historiadora e analista de conteúdo da Pós PUCPR Digital.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Próximo conteúdo

Transtornos de saúde mental: como identificar as principais causas?

Conhece alguém que teve o emocional abalado com a pandemia? Conheça os principais problemas de saúde mental que surgiram com a Covid-19.

Tempo de leitura

3 min