Skip to content

Negócios e Gestão   |   Pós PUCPR Digital Trends

Por que entender a motivação humana é fundamental para gestores [Pós PUCPR Digital Trends]

Por Olívia Baldissera   | 

Quem sabe da importância de entender o que motiva as pessoas para uma gestão de sucesso ganhou lições incríveis no segundo dia do Pós PUCPR Digital Trends.

Realizada no dia 31 de maio, a superclass “Gestão de projetos e metodologias ágeis” reuniu algumas das mentes mais brilhantes do mundo dos negócios para falarem sobre motivação humana, liderança e relacionamento com o consumidor.

Aqui você vai encontrar um resumo das lições compartilhadas por Jurgen Appelo, além das principais ideias debatidas pelos especialistas Américo Pinto e Fabrício Lira na mesa de discussão. O debate foi mediado pela jornalista da Plataforma A Débora Bresciani.

>>> Assista à superclass “Gestão de projetos e metodologias ágeis” na íntegra

Confira o que você vai ver a seguir:

  1. Quem são Jurgen Appelo, Américo Pinto e Fabrício Lira
  2. A importância da motivação humana na gestão
  3. Os modelos de Jurgen Appelo para entender a motivação humana
  4. A motivação humana em debate
  5. Conheça os cursos da Pós PUCPR Digital
  6. Sobre o Pós PUCPR Digital Trends
  7. Conclusão

Alavanque sua carreira com os cursos da Pós PUCPR Digital!

Quem são Jurgen Appelo, Américo Pinto e Fabrício Lira

foto-jurgen

O especialista que abriu o evento “Gestão de projetos e metodologias ágeis” foi Jurgen Appelo, referência internacional em Management 3.0.

Appelo é CEO da Happy Melly, organização focada em promover a felicidade no ambiente de trabalho. Ele também é autor dos livros "Management 3.0" (2011), "How to change the world" (2012), "Managing for happiness" (2016) e "Startup, Scaleup, Screwup" (2019).

Foi eleito pela Inc.com um dos Top 50 Leadership Expert e Top 100 Leadership Speaker. Você pode conferir artigos de autoria de Jurgen Appelo no blog NOOP.NL.

Já os especialistas que participaram da mesa de discussão foram o fundador e Chair da PMO Global Alliance Américo Pinto e o Diretor de Inovação da IBM LATAM, Fabrício Lira.

Américo Pinto é referência internacional em Project Management Office (PMO), tendo atuado como líder do projeto de pesquisa que desenvolveu a metodologia PMO Value Ring®. O método é amplamente utilizado para a criação, avaliação e gerenciamento de PMOs de alta performance.

Outras criações de Américo Pinto foram o PMO Global Awards, a maior e mais prestigiosa premiação mundial anual para PMOs, e o PMI Rio de Janeiro Chapter, o segundo chapter brasileiro do Project Management Institute (PMI).

Ganhou o PMI Distinguished Contribution Award e foi indicado a um dos 50 World’s Most Influential People in Project Management da Grey Campus.

Fabrício Lira trabalha há onze anos na IBM, onde atua também como diretor da IBM Garage. Tem mais de 25 anos de experiência em vendas, gestão e entrega de soluções para o mercado financeiro, varejo e indústria.

Foi palestrante do TEDx Talks em 2020, quando falou sobre o futuro da Inteligência Artificial (IA) e uso ético dos dados.

Jurgen Appelo, Américo Pinto e Fabrício Lira também são professores convidados da Pós PUCPR Digital.

A importância da motivação humana na gestão

Jurgen Appelo iniciou a aula falando sobre motivação, necessidades e desejos.

As pessoas precisam se sentir motivadas, seja como colaboradores de uma organização ou como consumidoras. Por isso, gestores, líderes e criadores de produtos precisam entender o que motiva cada indivíduo.

Mas o que explicaria a motivação humana?

O professor convidado da Pós PUCPR Digital contou todo o caminho teórico que percorreu para responder a esta pergunta e, assim, desenvolver modelos que ajudassem gestores a entenderem o que motiva seus times e clientes.

Antes, é preciso conhecer a diferença entre motivação intrínseca e extrínseca, que norteia as metodologias criadas por Appelo:

  • Motivação intrínseca: o que fazemos por gostarmos das atividades por si mesmas;
  • Motivação extrínseca: o que fazemos incentivados pelas consequências das atividades.

A Teoria dos Dois Fatores de Herzberg

Appelo apresentou a Teoria dos Dois Fatores, do psicólogo Frederick Herzberg (1923-2000). Ela defende que tudo o que motiva as pessoas não é o oposto do que as desmotiva.

Um dos conceitos importantes da teoria é o de “necessidades”, que se refere a algo prioritário para alguém. Pode ser um bom estado de saúde, ter uma família ou uma tão sonhada vaga de emprego. Quando essa prioridade é perdida, nós a queremos de volta e, assim, acabamos nos sentindo desmotivados.

No entanto, quando já possuímos o que é prioridade para nós, desejamos outras coisas. Estas são chamadas de “desejos” na Teoria dos Dois Fatores.

Para ilustrar esses conceitos, Jurgen Appelo usa a ideia de “dimensão vertical da motivação”. As necessidades estão na parte inferior do quadro, enquanto os desejos estão no topo. Ela ficará mais clara na seção 3 deste artigo.

A “Hierarquia das Necessidades” de Maslow

Outro psicólogo mencionado foi Abraham Maslow (1908-1970), que propôs a Teoria da Hierarquia das Necessidades Humanas, também conhecida como Pirâmide de Maslow.

Como o nome sugere, Maslow usou a ideia de pirâmide para descrever a motivação humana. As necessidades fundamentais, como alimentação, moradia e segurança, estão na base.

Ao subir os próximos níveis, as pessoas passam a procurar oportunidades, ou seja, atender aos desejos. Alguns exemplos são o respeito dos colegas de profissão, ser considerado competente no que faz, ter um propósito no trabalho...

No modelo de Maslow, não há distinção entre motivação intrínseca e extrínseca.

A Teoria da Autodeterminação de Deci e Ryan

Os estudos de Edward L. Deci e Richard Ryan também foram mencionadas por Appelo. Os pesquisadores defendem que existem três motivadores que precisam ser atendidos para que um indivíduo possa tomar uma decisão:

  1. Competência
  2. Autonomia
  3. Conexão com um grupo de pessoas

O CEO da Happy Melly alerta que a Teoria da Autodeterminação pode não ser suficiente para realmente compreender colaboradores e clientes, pois ela restringe a motivação humana a apenas três dimensões.

Os 16 desejos básicos de Steven Reiss

Para lidar com a complexidade da motivação humana, o professor convidado da Pós PUCPR Digital cita a obra de mais um psicólogo, Steven Reiss (1947-2016), que listou 16 vontades que norteariam a motivação humana.

Os 16 desejos básicos de Steven Reiss são:

  1. Aceitação: necessidade de ser aceito na comunidade;
  2. Curiosidade: necessidade de adquirir conhecimento;
  3. Alimentação: necessidade de comida para sobreviver;
  4. Família: necessidade de cuidar da prole;
  5. Honra: necessidade de ser leal a valores de um grupo étnico, religioso ou familiar;
  6. Idealismo: necessidade de justiça social;
  7. Independência: necessidade de se distinguir dos demais e ser autoconfiante;
  8. Ordem: necessidade de estabilidade;
  9. Atividade física: necessidade de cuidar do corpo e da saúde;
  10. Poder: necessidade de ter controle sobre os próprios desejos;
  11. Romance: necessidade de encontrar um parceiro;
  12. Poupança: necessidade de acumular algo, não necessariamente dinheiro;
  13. Contato social: necessidade de se relacionar com outras pessoas;
  14. Status social: necessidade de ser relevante em um grupo social;
  15. Tranquilidade: necessidade de segurança e proteção;
  16. Vingança: necessidade de se vingar de outra pessoa.

A vontade humana por Daniel Pink

Por fim, o livro “Motivação 3.0 - Drive: A surpreendente verdade sobre o que realmente nos motiva”, de Daniel Pink, complementa as teorias de Maslow, Deci e Ryan e Reiss. O autor acredita que as três vontades dos seres humanos são:

  1. Autonomia
  2. Maestria
  3. Propósito

Os modelos de Jurgen Appelo para entender a motivação humana

Jurgen Appelo reuniu toda sua bagagem de leituras sobre motivação humana para construir um modelo com 10 motivadores, que ele chama de “Moving Motivators”. Eles fazem parte do da marca Management 3.0, que começou a ser desenvolvida por Appelo em 2010.

O professor convidado da Pós PUCPR Digital usa o acrônimo CHAMPFROGS para listar os 10 motivadores, que são:

  1. Curiosity = Curiosidade
  2. Honor = Honra
  3. Acceptance = Aceitação
  4. Mastery = Maestria
  5. Power = Poder
  6. Freedom = Liberdade
  7. Relations = Relações
  8. Order = Ordem
  9. Goals = Metas
  10. Status

O CHAMPFROGS ganhou um jogo em 2015, que você pode testar com seu time aqui.

Já para entender a motivação humana de consumidores, Jurgen Appelo adaptou os Moving Motivators e chegou a 24 vontades dos seres humanos. Elas podem ser visualizadas neste modelo:

Adaptação do modelo dos 25 drives da motivação humana, desenvolvido por Jurgen Appelo e disponibilizado no site SHIFTUP, sob a licença Creative Commons.Adaptação do modelo dos 25 drives da motivação humana, desenvolvido por Jurgen Appelo e disponibilizado no site SHIFTUP, sob a licença Creative Commons.

O eixo vertical indica as diferenças entre as necessidades e os desejos. Já o horizontal sinaliza quais vontades são intrínsecas e quais são extrínsecas. O quadrado vazio, no meio do esquema, deve ser usado para colocar a vontade que a pessoa desejar.

Jurgen Appelo encerrou sua fala com exemplos de produtos que respeitaram (e que ignoraram) a motivação humana dos clientes que queriam atingir.

“O trabalho dos seus produtos e serviços é fazer as pessoas mais felizes, tocar em sua motivação e oferecê-las uma ótima experiência.”

Jurgen Appelo, no Pós PUCPR Digital Trends.

A motivação humana em debate

Os especialistas Américo Pinto e Fabrício Lira no segundo dia do Pós PUCPR Digital Trends.Os professores convidados Américo Pinto e Fabrício Lira em mesa de discussão do segundo dia do Pós PUCPR Digital Trends. A conversa foi mediada pela jornalista da Plataforma A Débora Bresciani.

Após a aula de Jurgen Appelo, Fabrício Lira e Américo Pinto comentaram as ideias apresentadas em uma mesa de discussão ao vivo.

Américo Pinto explicou a importância de entender a motivação de clientes no processo de transformação das empresas. Manter o foco no cliente se tornou a regra para prosperar e, para isso, é necessário investir em tecnologia.

“Qualquer solução só faz sentido se atender, de fato, a uma dor real do cliente. Por melhor que essa solução seja tecnicamente, se não houver uma demanda genuína, fica muito difícil conseguir prosperar e crescer atualmente. Hoje temos uma competição cada vez mais intensa que depende cada vez menos de dinheiro.”

Américo Pinto, no Pós PUCPR Digital Trends.

Fabrício Lira também falou da importância da tecnologia para as empresas se reinventarem para oferecerem uma melhor experiência para os clientes. Operações e fluxos de trabalho tiveram que ser revistos, assim como os modelos de gestão.

Uma consequência foi o empoderamento das equipes para que não dependessem tanto da cadeia decisória para atender as necessidades dos consumidores, implantando melhorias de forma ágil em produtos e serviços. Essa é uma das bases da Cultura Ágil.

“Os últimos anos aproximaram muito as fronteiras do mundo físico e digital. Se antes as empresas competiam com um mercado com poucos agentes, hoje competição e cooperação se misturam um pouco.”

Fabrício Lira, no Pós PUCPR Digital Trends.

Lira também compartilhou algumas experiências sobre gestão de equipes, que mostram o desafio de dar mais autonomia aos times. Além de considerar diferenças geracionais, culturais e sociais dos colaboradores, o gestor precisa ouvir quem o cerca. A escuta ativa é essencial para motivar a equipe.

Américo Pinto complementou a fala do diretor de inovação da IBM LATAM ao alertar para a falta de conexão entre as estratégias estabelecidas e os projetos desenvolvidos nas organizações. Uma solução para criar essa relação é fortalecer uma visão estratégica sobre negócios, por meio de cursos, palestras, leituras e trocas de experiências com outros times.

>>> Por que um curso de gestão de projetos tornará você um profissional disputado no mercado

Os especialistas ainda comentaram questões sobre etarismo, diferenças culturais e trabalho remoto no pós-pandemia.

 

 

Conheça os cursos da Pós PUCPR Digital

Depois de resumir as principais ideias da superclass “Gestão de projetos e metodologias ágeis”, gostaríamos de convidar você para conhecer a Pós PUCPR Digital, uma pós-graduação online que conta com a chancela de uma das maiores e mais respeitadas instituições educacionais do país.

A Pós PUCPR Digital conta com um corpo docente diferenciado, entre eles Jurgen Appelo, Américo Pinto e Fabrício Lira. Eles são professores convidados do curso Gestão de Projetos, Jornada do Cliente e Metodologias Ágeis.

Inscreva-se na pós-graduação em Gestão de Projetos da Pós PUCPR Digital

Outros cursos da Pós PUCPR Digital na área de negócios são:

Todas as especializações são 100% online e reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC). Elas podem ser cursadas por profissionais das mais diferentes formações, desde que tenham diploma de Ensino Superior.

Sobre o Pós PUCPR Digital Trends

Entre os dias 30 de maio e 2 de junho, aconteceu o Pós PUCPR Digital Trends, um evento que reuniu especialistas renomados para discutir tendências nos campos da inovação, tecnologia e gestão.

Durante esses dias, o público teve acesso a 7 aulas exclusivas com Yuval Harari, Martin Lindstrom, Jurgen Appelo, Luana Araújo, Patrícia Peck, Marina Cançado e Marcelo Leite, além de ter a chance de participar de mesas de discussão com especialistas, que responderam perguntas dos participantes.

O Pós PUCPR Digital Trends foi 100% online e gratuito, com emissão de certificados. Confira as principais ideias discutidas nos quatro dias de evento:

>>> O impacto dos avanços tecnológicos, segundo Yuval Harari

>>> Ainda há espaço para o atendimento humanizado na saúde? A médica Luana Araújo responde

>>> A empatia e o bom senso na lógica do consumo, segundo Martin Lindstrom

>>> O objetivo da LGPD explicado por Patrícia Peck

>>> Práticas ESG de meio ambiente, responsabilidade social e governança, com Marina Cançado

>>> O poder do Data Analytics para os negócios segundo esses especialistas

Conclusão

Ao ler o resumo da superclass “Gestão de projetos e metodologias ágeis”, você conheceu os principais teóricos sobre motivação humana.

Também conheceu dois modelos desenvolvidos pelo professor convidado da Pós PUCPR Digital Jurgen Appelo que trazem uma visão mais ampla sobre as necessidades e desejos do ser humano. Ambas as ferramentas podem ser usadas por gestores para entender os anseios de colaboradores e clientes.

Se você está pensando em se aprimorar como gestor depois de ouvir a superclass, os cursos na área de negócios da Pós PUCPR Digital são a melhor opção. São 5 especializações 100% online e reconhecidas pelo MEC, com aulas ministradas por professores referência dentro e fora do Brasil.


💡Quer se aprofundar mais nos estudos sobre motivação humana? Confira as obras mencionadas no segundo dia do evento Pós PUCPR Digital Trends:

  • APPELO, Jurgen. Management 3.0: Leading Agile Developers, Developing Agile Leaders. Boston: Addison-Wesley Professional, 2010, 458 p.
  • APPELO, Jurgen. How to change the world: Change Management 3.0. Neatherlands: Jojo Ventures BV, 2012, 90 p.
  • APPELO, Jurgen. Managing for happiness. Hoboken: John Wiley & Sons, 2016, 300 p.
  • APPELO, Jurgen. Startup, Scaleup, Screwup. Hoboken: Wiley, 2019, 240 p.
  • DECI, Edward.; RYAN, Richard. Intrinsic motivation and self-determination in human behavior. Boston: Springer, 1985, 371 p.
  • DECI, Edward.; RYAN, Richard. The" what" and" why" of goal pursuits: Human needs and the self-determination of behavior. Psychological inquiry, Londres, n. 11, v. 4, p. 227-268, 2000.
  • HERZBERG, Frederick; MAUSNER, Bernard; SNYDERMAN, Barbara. The motivation to work. Hoboken: Willey, 1959, 181 p.
  • MASLOW, Abraham. Motivation and Personality. New York: Harper & Row, 1970, 369 páginas.
  • REISS, Jeremy. Who Am I? The 16 Basic Desires that Motivate Our Behavior and Define Our Personality. New York: TarcherPerigee, 2000, 280 p.
  • PINK, Daniel. Motivação 3.0 - Drive: A surpreendente verdade sobre o que realmente nos motiva. Trad. de Ivo Korytowski. Rio de Janeiro: Editora Sextante, 2019, 240 p.

Sobre o autor

Olívia Baldissera

Olívia Baldissera

Jornalista e historiadora. É analista de conteúdo da Pós PUCPR Digital.

Assine nossa newsletter e fique por dentro do nosso conteúdo.

x