Skip to content

Saúde Mental e Neurociência

O modelo PERMA e a relação com o bem-estar

Por Mariana Moraes   | 

A felicidade e o bem-estar são ideais perseguidos pelos seres humanos desde o início dos tempos.

Contudo, definir esses conceitos com precisão e encontrar formas de alcançá-los ainda é um dos maiores desafios da humanidade.

Será que é mesmo possível vivenciar qualquer um desses ideais em meio ao mundo caótico da atualidade? Quais são os principais componentes de uma vida plena, com realizações e significado? O modelo PERMA procura responder essas questões.

Proposta por Martin Seligman, essa teoria identifica os aspectos que devem ser trabalhados em cada pessoa para que ela venha a prosperar e se desenvolver.

Conheça neste artigo as 5 dimensões do modelo PERMA e entenda como ele pode se relacionar com a qualidade de vida e o bem-estar.

Aqui você vai conferir:
O que é o modelo PERMA
As 5 dimensões do modelo PERMA
1. Positive emotions (emoções positivas)
2. Engagement (engajamento)
3. Positive relationships (relacionamentos positivos)
4. Meaning (propósito)
5. Accomplishments/achievements (conquistas)
Dimensões complementares ao PERMA
Como colocar o modelo PERMA em prática

Inscreva-se no curso Inteligência Espiritual, Carreira e Sentido de Vida da Pós PUCPR Digital!

O que é o modelo PERMA

O modelo PERMA foi criado pelo psicólogo Martin Seligman, conhecido como pai da Psicologia Positiva.

É uma estrutura para a felicidade e o bem-estar baseada em cinco elementos: emoção positiva, engajamento, relacionamentos positivos, propósito e realização.

Segundo Seligman, esses cinco fatores ajudam as pessoas a trabalhar em direção a uma vida de realização, felicidade e significado.

Esse modelo faz parte do campo da Psicologia Positiva, corrente de pensamento idealizada por Martin Seligman.

Em 1998, Seligman usou seu discurso de posse como novo presidente da American Psychological Association para pedir uma mudança de paradigma na psicologia.

Até aquele momento, a área era muito focada em aliviar o sofrimento humano através da compreensão e tratamento de transtornos mentais e comportamentos desadaptativos.

No entanto, Seligman pontuava que reduzir o sofrimento de alguém com problemas de ordem mental não é o mesmo que investir em seu bem-estar – afinal, esses indivíduos querem ser capazes de prosperar e não apenas existir.

Pensando nisso, Seligman mudou seu pensamento e propôs uma nova abordagem para a psicologia em que a meta é fazer a vida valer a pena, definindo, quantificando e criando bem-estar nos indivíduos.

Assim, surgiu o conceito de Psicologia Positiva. E o modelo PERMA é um dos pilares desse campo de estudos.

Confira mais sobre esse modelo no vídeo abaixo, nas palavras do próprio Martin Seligman:


>>> Leia também: 5 atividades de psicologia positiva comprovadas para melhorar o bem-estar

As 5 dimensões do modelo PERMA

Ao desenvolver o modelo PERMA, Seligman selecionou cinco componentes motivadores que contribuem para o bem-estar das pessoas. Abaixo, apresentamos mais sobre eles:

1. Positive emotions (emoções positivas)

As emoções positivas são um indicador primordial de desenvolvimento e crescimento, podendo ser cultivadas para melhorar o bem-estar de uma pessoa.

Quando os indivíduos são capazes de explorar e integrar emoções positivas na sua vida diária – e também nas suas perspectivas futuras —, existe uma melhora no pensamento e nas ações habituais.

As emoções positivas têm o poder de atenuar os efeitos nocivos das emoções negativas e promover resiliência.

Sendo assim, aumentar as emoções positivas ajuda os indivíduos a construir recursos físicos, intelectuais, psicológicos e sociais que levam a melhora do seu bem-estar geral.

Confira algumas maneiras de construir emoções positivas em seu dia a dia:

  • Passe tempo com as pessoas de quem gosta;
  • Invista em hobbies e atividades criativas que você goste;
  • Ouça músicas e/ou assista filmes e série inspiradores;
  • Reflita sobre as coisas pelas quais você é grato e o que está indo bem em sua vida.

2. Engagement (engajamento)

Para Martin Seligman, engajamento seria um estado de atenção plenamente focada, também conhecido como “flow” — ou “fluxo”, em português.

O fluxo ocorre quando se encontra a combinação perfeita entre atividades e habilidades.

Todos nós precisamos de algo em nossas vidas que nos absorva, criando um “fluxo” de imersão satisfatória na tarefa ou atividade.

Esse tipo de “fluxo” de engajamento amplia nossa inteligência, habilidades e capacidades emocionais.

Ou seja, engajamento é viver o momento presente e focar inteiramente nas tarefas que temos em mãos e fazem sentido para nós.

Esse conceito é algo muito mais poderoso do que simplesmente “ser feliz”, mas a felicidade é um dos muitos subprodutos do engajamento.

Confira abaixo algumas formas de desenvolver engajamento:

  • Participe de atividades que você realmente ama, nas quais você perde a noção do tempo quando as faz;
  • Pratique viver o momento, mesmo durante as atividades diárias ou tarefas mundanas;
  • Passe um tempo na natureza , observando, ouvindo e absorvendo o que acontece ao seu redor;
  • Identifique e aprenda sobre seus pontos fortes e faça coisas nas quais você se destaca.

3. Positive relationships (relacionamentos positivos)

Ter boas relações é essencial para construir uma vida feliz e alcançar o bem-estar.

Os relacionamentos são todas as interações que os indivíduos têm, seja com parceiros, amigos, familiares, colegas ou sua comunidade em geral.

Os relacionamentos no modelo PERMA referem-se a sentir-se apoiado, amado e valorizado pelos outros. E eles são incluídos no modelo com base na ideia de que os humanos são criaturas inerentemente sociais

O ambiente social e nossas relações desempenham um papel importante no bem-estar e na satisfação.

Confira algumas formas de construir relacionamentos positivos:

  • Junte-se a um grupo que lhe interesse e no qual você se sinta acolhido e valorizado.
  • Faça perguntas às pessoas que você não conhece bem para saber mais sobre elas;
  • Crie amizades com pessoas que você conhece;
  • Entre em contato com pessoas com quem você não fala ou se conecta há algum tempo.

>>> Leia também: O que é inteligência espiritual e por que ela é tão importante para sua carreira

4. Meaning (propósito)

A busca por um propósito é algo que vem desde os primórdios da humanidade.

E isso não acontece à toa: pertencer e/ou servir a algo maior que nós mesmos ajuda a se concentrar no que é realmente importante diante de desafios ou adversidades.

Esse propósito de vida pode ser buscado por meio de uma profissão, uma causa social ou política, um empreendimento criativo ou uma crença religiosa/espiritual. Ou seja, pode ser encontrado de diversas formas e ter significados diferentes para cada pessoa.

Um propósito de vida é guiado por valores pessoais, e as pessoas que relatam tê-lo vivem mais e têm maior satisfação com a vida.

Confira algumas formas de construir/encontrar um propósito:

  • Envolva-se em uma causa ou organização que seja importante para você;
  • Experimente atividades novas e criativas para encontrar coisas com as quais você se conecta;
  • Pense em como você pode usar suas paixões para ajudar os outros;
  • Passe tempo de qualidade com as pessoas que você gosta.

5. Accomplishments/achievements (realizações)

As realizações, sejam pessoais ou profissionais, contribuem para o bem-estar porque permitem que as pessoas olhem para suas vidas com um sentimento de orgulho.

Essa sensação de realização é resultado do trabalho para alcançar seus objetivos e da automotivação para terminar o que você se propôs a fazer. Ela inclui os conceitos de perseverança e paixão por atingir metas.

O autodesenvolvimento e o bem-estar vêm quando a realização está ligada a uma motivação interna de trabalhar em direção a algo que se deseja.

Confira algumas formas de alcançar suas realizações:

  • Defina metas que sejam específicas, mensuráveis, alcançáveis, realistas e com prazo determinado;
  • Reflita sobre os sucessos do passado;
  • Procure maneiras criativas de comemorar suas conquistas.

>>> Leia também: O que estuda a neurociência, campo que revolucionou o conhecimento científico

Dimensões complementares ao PERMA

Além dos cinco elementos que vimos acima, existem outros fatores complementares ao PERMA que são igualmente importantes para alcançar o bem-estar. Confira quais são:

Otimismo

O otimismo é uma emoção essencial para alcançar resiliência e bem-estar. Ele é a crença de que a vida terá mais resultados bons do que ruins.

As pessoas otimistas são mais propensas a passarem pelas adversidades da vida de forma mais tranquila e sem perder seus objetivos.

Atividade física

A atividade física tem sido associada ao bem-estar de várias maneiras. Afinal, além de prevenir diversas doenças, também auxilia na manutenção da saúde mental.

Você já deve conhecer diversos benefícios físicos em ser ativo, mas saiba que deixar o sedentarismo também diminui os sintomas de depressão, ansiedade e melhora o foco mental e a clareza.

Nutrição

A má nutrição leva a problemas de saúde física, como obesidade, diabetes, doenças cardíacas e até câncer, mas há pesquisas significativas que demonstram uma relação entre alimentação e saúde mental.

Por isso, adotar uma dieta equilibrada rica em vegetais e nutrientes (e limitar o consumo de alimentos processados ​​ou açucarados) tem sido associada ao bem-estar.

Sendo assim, a nutrição é uma parte importante da qualidade de vida de todos os indivíduos.

Sono

Pesquisas de neuroimagem e neuroquímica sugerem que boas noites de sono promovem resiliência mental e emocional. No sentido oposto, a privação do sono leva ao pensamento negativo e à vulnerabilidade emocional.

Ou seja, a qualidade do sono também é um fator importante quando falamos de bem-estar.

Sendo assim, é essencial investir em uma boa higiene do sono para ter mais qualidade de vida e realização.

Como colocar o modelo PERMA em prática

Gostou de conhecer mais sobre o modelo PERMA? Ele é um das ferramentas que pode ajudar a trazer mais qualidade e bem-estar para sua vida, contribuindo para o seu autoconhecimento e autodesenvolvimento.

Contudo, sabemos que pode parecer um pouco difícil colocar tudo o que vimos anteriormente em prática, não é mesmo?

Um primeiro passo nesse sentido pode ser investir em um curso mais aprofundado nessas questões da existência humana.

Aqui na Pós PUCPR Digital, temos a pós-graduação em Inteligência Espiritual, Carreira e Sentido da Vida.

Confira o programa do curso:

  • Ética: Inteligência Moral na Era Digital
  • Admirável Futuro Novo
  • Arte Para Não Morrer de Verdade: Em Busca de Um Sentido Para a Vida
  • Da Empregabilidade à Trabalhabilidade: O Que a Tecnologia Deixará aos Humanos
  • Do Sentido de Carreira Para Uma Carreira de Sentido: Sabedoria e Propósitos na Profissão
  • Lifelong Learning: Uma Vivência com Significado
  • Projeto de Vida Para Uma Vida de Projetos
  • Amor, Sexo e Consumismo na Sociedade Do Espetáculo
  • Inteligência Espiritual no Século XXI
  • Espiritualidade para organizações: o que devemos aprender com Cristo, Gandhi e Buda
  • Bem-Estar, Vida Leve e Resiliência
  • Logoterapia e a Busca de Sentido da Vida
  • Happycracia e os Perigos da Positividade Excessiva
  • Legado: Vaidade ou Compromisso?
  • Consciência, Espiritualidade e Educação: As Múltiplas Dimensões Da Vida e a Busca Por Um Mundo Melhor

E aí, ficou interessado? Lembramos que nossos cursos são 100% online, com 360 horas de conteúdo — sendo 300 horas de aulas e 60 horas para o projeto final.

Não perca tempo e comece hoje mesmo a investir no seu autodesenvolvimento.

Alavanque sua carreira com os cursos da Pós PUCPR Digital!

Sobre o autor

Mariana Moraes

Mariana Moraes

Jornalista formada pela UFRGS e redatora da Pós PUCPR Digital.

Assine nossa newsletter e fique por dentro do nosso conteúdo.

x